Categorias
Notícias

Sociedade civil e academia debatem o Plano Estadual Amazônia Agora

Na próxima quarta-feira (11), a sociedade civil e representantes da área acadêmica paraense farão o primeiro de uma série de cinco debates virtuais sobre o Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), a macroestratégia do Governo do Estado do Pará que tem o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável no campo. O objetivo do Webnário é ampliar o diálogo sobre o tema com os atores fundamentais nesse processo, a sociedade e o Governo do Estado, que será representado nos eventos pelo Secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mauro O`de Almeida, que participa como palestrante.

O painel de palestras do primeiro Webnário, também conta com a participação de Socorro Almeida (Diretora de Unidades de Conservação do Ideflor-Bio), Elis Araújo (Advogada do Programa Xingu do Instituto Sócioambiental) e José Heder Benatti (Professor do Instituto de Ciências Jurídicas da UFPA). O debate será mediado pela pesquisadora do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Brenda Brito e a dupla de debatedores é composta por Fabiano Vilela, repórter da Rede Globo em Belém e Manuel Amaral, que é Coordenador Executivo do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB).

“O Estado do Pará sempre aparece liderando as estatísticas do desmatamento, por isso é tão importante as iniciativas do Governo, com o PEAA, mas também as iniciativas da sociedade civil e da academia paraense, pra discutir o Plano, entender as estratégias e apresentar as nossas opiniões”, acrescenta Brenda Brito.

O Webnário começa às 16h e vai abordar temas que serão discutidos de maneira transversal sobre aspectos do PEAA, como inovações, lacunas, mecanismos de governança, transparência, metas e matriz operacional proposta no Plano. A transmissão será pelo canal do Youtube e pela página do Facebook, do Imazon. “Desde o início da formulação do PEAA, o Estado primou pela construção plural das estratégias, dialogando com os produtores rurais, comunidades tradicionais e setores do agronegócio. Agora vamos ampliar essa conversa com a comunidade acadêmica e a sociedade civil. Debates como esse, são fundamentais para alinhar estratégias e conquistar resultados como o que tivemos com a redução de 63% do desmatamento em áreas estaduais em Agosto deste ano, comparado ao ano anterior”, conclui o Secretário Mauro O` de Almeida.

O Plano Estadual Amazônia Agora é uma macroestratégia que reúne quatro eixos de ação, que agregam diferentes abordagens sobre o cuidado com o meio ambiente e a potencialização da economia rural no Pará, são eles: Comando e Controle (repressão aos crimes ambientais), Regulariza Pará (regularização fundiária e ambiental), Territórios Sustentáveis (incentivo técnico e fomento aos produtores rurais, aliado à regularização documental e acesso a novos mercados) e Fundo Amazônia Oriental (captação de recursos para os projetos do plano de governo). Inscrições pelo: bit.ly/WebinarioAmazoniaAgora